Encontre seu profissional

Blog

14 de janeiro de 2019
Síndrome de Burnout: o esgotamento profissional que causa depressão

Com o crescimento dos casos de depressão, os diferentes tipos de transtornos psicológicos se tornaram mais conhecidos por todos nós. A Síndrome de Burnout, por exemplo, é uma complexa manifestação psicológica relacionada a vida profissional do paciente que pode resultar em um quadro depressivo. O termo foi criado em 1974, pelo psicanalista americano Herbert Freudenberger, justamente para caracterizar o problema que ele e seus colegas enfrentavam naquela época. A expressão “burnout” vem do inglês e, em uma tradução livre, seria algo como exaustão. Portanto, não é um erro afirmar que essa é a síndrome da exaustão. VEJA TAMBÉM: ESTRESSE X DEPRESSÃO: CUIDADO COM ESSA LINHA FINA

Entenda a síndrome de Burnout

O transtorno de Burnout é caracterizado por um forte desgaste emocional e físico, levando o paciente ao extremo e, por consequência, ao esgotamento profissional. Além dessa sensação de exaustão, é comum o paciente se sentir desmotivado constantemente. Embora seja comumente associado ao ambiente de traba

Postado em Blog, Página Inicial
8 de janeiro de 2019
Baby Blues e Depressão pós-parto: qual a diferença?

A gestação e o parto são duas das mais importantes experiência da vida de uma mulher. Rodeados de expectativas e desejos, são períodos de intensas mudanças físicas e psicológicas para a futura mãe. Diante dessas transformações, muitas mulheres enfrentam um problema sério: a depressão pós-parto. Contudo, o que poucas mães sabem é que após o parto, existe uma condição psicológica que pode ser confundida com depressão, mas não é. Estamos falando do baby blues.

Baby blues não é depressão pós-parto

Logo após o nascimento do bebê, os hormônios aumentam a intensidade das emoções da mãe, podendo causar um sentimento de tristeza e melancolia. Ou seja, toda essa bagunça emocional é provocada pelas profundas transformações advindas do novo ciclo: nova rotina, mudanças físicas, maternidade e anseios à respeito do futuro.  Dessa forma, esse período de humor inconstante é definido como baby blues, também conhecido como depressão materna. Os principais indicativos dessa condição são os seguintes:

  • Maior sensibilidade emocional;

Postado em Blog, Página Inicial
28 de dezembro de 2018
Entenda o que é o transtorno da ansiedade generalizada

A depressão é uma doença que está cada vez mais atingindo as pessoas no mundo. Mais de 300 milhões de pessoas no mundo sofrem com a doença e a expectativa é que seja a doença que mais incapacite os profissionais em 2020. A ansiedade é um dos sintomas mais visíveis da depressão, capaz de atrapalhar consideravelmente a qualidade de vida do indivíduo. É importante lembrar que a ansiedade é uma reação normal do corpo para situações que possam gerar medo, dúvida ou expectativa para a pessoa. E a ansiedade tem diversas variações. Uma delas é o transtorno da Ansiedade Generalizada (TAG). Alguém com um transtorno de ansiedade generalizada é excessivamente ansioso e preocupado com várias coisas em sua vida, por exemplo, trabalho, finanças entre outros. As pessoas se preocupam constantemente com o que pode dar errado. Esses pensamentos ansiosos, causam problemas de concentração e por esse motivo, costumam ficar acordadas por noites. O transtorno da ansiedade generalizada pode afetar pessoas de todas as idades.

Os principais sintomas do Transtorno da Ansiedade Generalizada

Durante o transtorno de ansiedade generalizada, o individuo sofre de ansiedade excessiva por um prazo que pode durar no mínimo seis meses e se prolongar por muito tempo. Na TAG, a

Postado em Blog, Página Inicial
27 de dezembro de 2018
Saiba todos os tipos de Transtorno Bipolar pela IMPI

Sabemos que a depressão é uma doença que está cada vez mais atingindo as pessoas no Brasil e no mundo. E os casos não param de crescer, motivados pelo estresse e pelas dificuldades do nosso dia a dia. Ela pode se manifestar de diversas formas. Uma delas é o transtorno bipolar, ou o transtorno afetivo bipolar. O transtorno bipolar é um distúrbio psiquiátrico complexo, que leva a alteração no comportamento do individuo. Esse transtorno faz com que a pessoa oscile entre pólos distintos, sendo um período de bom humor e outro período de depressão. O transtorno bipolar faz com que o paciente tenha essas oscilações de humor e quadros depressivos de uma hora para outra e podem acontecer em períodos breves ou recorrentes. Os transtornos bipolares podem se manifestar de até quatro formas:

  • Transtorno bipolar tipo I;
  • Transtorno bipolar tipo II;
  • Transtorno bipolar não identificado;
  • Transtorno ciclotímico.

Vamos conhecer os tipos de transtorno bipolar.

Transtorno bipolar tipo I

Neste caso de transtorno, o paciente pode apresentar períodos alegres, que duram mais ou menos sete dias e fases depressivas que podem se estender por até dois meses. Os sintomas são absolutamente intensos, capazes de provocar mudanças de comportamento e de conduta, afetando div

Postado em Blog
26 de dezembro de 2018
Saiba tudo sobre a Avaliação Neuropsicológica pela IMPI

Para combater a depressão, são utilizados diversos métodos para auxiliar o paciente, entre elas a estimulação magnética transcraniana para estimular a região cerebral e diminuir os sintomas. Porém, a depressão pode estar atrelada ao desempenho cognitivo do indivíduo, de forma a alterar a sua capacidade de conviver em sociedade. Na maioria das vezes, a situação cognitiva da pessoa se altera por causa da depressão e nenhum exame consegue comprovar essa mudança. Para identificar se há mudanças cognitivas, a solução é realizar a avaliação neuropsicológica e encaminhar os passos necessários para o tratamento do paciente. Vamos conhecer quais as vantagens do exame.

Como funciona o exame da Avaliação Neuropsicológica?

A avaliação neuropsicológica é capaz de analisar e desenvolver um perfil de desempenho cognitivo do paciente, sendo capaz de avaliar possíveis alterações, que podem vir de desordens neurológicas e outros transtornos. A avaliação traz informações que podem ser valiosas para o tratamento do paciente e serve como exame complementar para o tratamento da depressão. Informações sobre desempenho ocupacional, na hora de aprender coisas novas e no comportamento com familiares e amigos. Ger

Postado em Blog
21 de dezembro de 2018
Síndrome de Borderline: Entendendo essa grave doença

A depressão é uma doença que está atingindo níveis preocupantes pelo mundo. Dentro da depressão, aparecem diversos transtornos que acabam prejudicando a vida do paciente e impedindo seu contato com as outras pessoas. Uma delas é a famosa síndrome de borderline. Conhecida por ser um transtorno de personalidade limítrofe, cuja sua característica essencial é marcado pela impulsividade e instabilidade afetiva, por exemplo, alterações súbitas de humor e instabilidade de relacionamentos, atinge cerca de 6% da população mundial. Acredita-se que, só no Brasil, ela seja responsável por 10% dos casos de suicídio, de acordo com a Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP). A Síndrome pode atingir o paciente de modo súbito, caótico e de forma avassaladora. A Síndrome de Borderline foi detectada pela primeira vez em 1884 e passou por mudanças ao longo dos anos. Era considerado caso de problema de sanidade, no limite entre neurose e psicose. Só na década de 1980 é que se chegou ao diagnóstico mais preciso, que se alterna entre crises e período de estabilidade. Vamos entender o que é a Síndrome de Borderline e como tratar essa patologia.

Quais são os sintomas do borderline?

Além das oscilações de emoções, o borderline é marcado por:

  • Alterações de humor súbitas;
  • Crises de pânico;

Postado em Blog