Encontre seu profissional

Categoria: Blog

28 de dezembro de 2018
Entenda o que é o transtorno da ansiedade generalizada

A depressão é uma doença que está cada vez mais atingindo as pessoas no mundo. Mais de 300 milhões de pessoas no mundo sofrem com a doença e a expectativa é que seja a doença que mais incapacite os profissionais em 2020. A ansiedade é um dos sintomas mais visíveis da depressão, capaz de atrapalhar consideravelmente a qualidade de vida do indivíduo. É importante lembrar que a ansiedade é uma reação normal do corpo para situações que possam gerar medo, dúvida ou expectativa para a pessoa. E a ansiedade tem diversas variações. Uma delas é o transtorno da Ansiedade Generalizada (TAG). Alguém com um transtorno de ansiedade generalizada é excessivamente ansioso e preocupado com várias coisas em sua vida, por exemplo, trabalho, finanças entre outros. As pessoas se preocupam constantemente com o que pode dar errado. Esses pensamentos ansiosos, causam problemas de concentração e por esse motivo, costumam ficar acordadas por noites. O transtorno da ansiedade generalizada pode afetar pessoas de todas as idades.

Os principais sintomas do Transtorno da Ansiedade Generalizada

Durante o transtorno de ansiedade generalizada, o individuo sofre de ansiedade excessiva por um prazo que pode durar no mínimo seis meses e se prolongar por muito tempo. Na TAG, a

Postado em Blog, Página Inicial
27 de dezembro de 2018
Saiba todos os tipos de Transtorno Bipolar pela IMPI

Sabemos que a depressão é uma doença que está cada vez mais atingindo as pessoas no Brasil e no mundo. E os casos não param de crescer, motivados pelo estresse e pelas dificuldades do nosso dia a dia. Ela pode se manifestar de diversas formas. Uma delas é o transtorno bipolar, ou o transtorno afetivo bipolar. O transtorno bipolar é um distúrbio psiquiátrico complexo, que leva a alteração no comportamento do individuo. Esse transtorno faz com que a pessoa oscile entre pólos distintos, sendo um período de bom humor e outro período de depressão. O transtorno bipolar faz com que o paciente tenha essas oscilações de humor e quadros depressivos de uma hora para outra e podem acontecer em períodos breves ou recorrentes. Os transtornos bipolares podem se manifestar de até quatro formas:

  • Transtorno bipolar tipo I;
  • Transtorno bipolar tipo II;
  • Transtorno bipolar não identificado;
  • Transtorno ciclotímico.

Vamos conhecer os tipos de transtorno bipolar.

Transtorno bipolar tipo I

Neste caso de transtorno, o paciente pode apresentar períodos alegres, que duram mais ou menos sete dias e fases depressivas que podem se estender por até dois meses. Os sintomas são absolutamente intensos, capazes de provocar mudanças de comportamento e de conduta, afetando div

Postado em Blog
26 de dezembro de 2018
Saiba tudo sobre a Avaliação Neuropsicológica pela IMPI

Para combater a depressão, são utilizados diversos métodos para auxiliar o paciente, entre elas a estimulação magnética transcraniana para estimular a região cerebral e diminuir os sintomas. Porém, a depressão pode estar atrelada ao desempenho cognitivo do indivíduo, de forma a alterar a sua capacidade de conviver em sociedade. Na maioria das vezes, a situação cognitiva da pessoa se altera por causa da depressão e nenhum exame consegue comprovar essa mudança. Para identificar se há mudanças cognitivas, a solução é realizar a avaliação neuropsicológica e encaminhar os passos necessários para o tratamento do paciente. Vamos conhecer quais as vantagens do exame.

Como funciona o exame da Avaliação Neuropsicológica?

A avaliação neuropsicológica é capaz de analisar e desenvolver um perfil de desempenho cognitivo do paciente, sendo capaz de avaliar possíveis alterações, que podem vir de desordens neurológicas e outros transtornos. A avaliação traz informações que podem ser valiosas para o tratamento do paciente e serve como exame complementar para o tratamento da depressão. Informações sobre desempenho ocupacional, na hora de aprender coisas novas e no comportamento com familiares e amigos. Ger

Postado em Blog
21 de dezembro de 2018
Síndrome de Borderline: Entendendo essa grave doença

A depressão é uma doença que está atingindo níveis preocupantes pelo mundo. Dentro da depressão, aparecem diversos transtornos que acabam prejudicando a vida do paciente e impedindo seu contato com as outras pessoas. Uma delas é a famosa síndrome de borderline. Conhecida por ser um transtorno de personalidade limítrofe, cuja sua característica essencial é marcado pela impulsividade e instabilidade afetiva, por exemplo, alterações súbitas de humor e instabilidade de relacionamentos, atinge cerca de 6% da população mundial. Acredita-se que, só no Brasil, ela seja responsável por 10% dos casos de suicídio, de acordo com a Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP). A Síndrome pode atingir o paciente de modo súbito, caótico e de forma avassaladora. A Síndrome de Borderline foi detectada pela primeira vez em 1884 e passou por mudanças ao longo dos anos. Era considerado caso de problema de sanidade, no limite entre neurose e psicose. Só na década de 1980 é que se chegou ao diagnóstico mais preciso, que se alterna entre crises e período de estabilidade. Vamos entender o que é a Síndrome de Borderline e como tratar essa patologia.

Quais são os sintomas do borderline?

Além das oscilações de emoções, o borderline é marcado por:

  • Alterações de humor súbitas;
  • Crises de pânico;

Postado em Blog
20 de dezembro de 2018
Como acontece a depressão infantil nos dias atuais?

Nos dias atuais, os casos de depressão tem despertado a atenção e preocupado tanto os especialistas na área quanto o poder público em várias esferas, tendo se tornado um caso de saúde pública. Cerca de 5,8% da população brasileira sofre de depressão, segundo dados da OMS. E um tipo de depressão tem preocupado ainda mais os psicólogos e os psiquiatras: estão aumentando os casos de depressão infantil. Estima-se que 3% da população até 17 anos esteja sofrendo dessa patologia. Por isso, é importante identificar os sintomas da depressão infantil, de forma a combater esse mal e não se desenvolver para a fase adulta. Entenda a depressão infantil.

O que é a depressão infantil?

A Depressão em crianças é caracterizada por muitos sintomas de depressão que são os mesmos para os adultos, tais como:

  • Perda ou excesso de apetite;
  • Dificuldade de concentração e raciocínio;
  • Falta de energia;
  • Se sente um inútil;
  • Pensa que tudo é culpa deles;
  • Forte alterações de humor;
  • Mudanças de peso.

A depressão pode rapidamente ter uma grande influência ao longo de suas vidas. Entretanto, as crianças podem mudar drasticamente, porém, os sintomas citados podem ser encontrados tanto em adultos quanto em crianças.

Depressão infantil x Depressão em

Postado em Blog

19 de dezembro de 2018
Depressão Profunda: Saiba como lidar com esse transtorno.

Quando falamos de depressão, temos que lembrar que a doença tem apresentado números muito preocupantes em todo mundo. São 322 milhões de pessoas com depressão no mundo, segundo a Organização Mundial da Saúde. O número corresponde a 4,4% da população mundial. Só no Brasil, são mais de 10 milhões de pessoas com o mal do século XXI. Dentre todos os tipos existentes de depressão, a mais perigosa é aquela que se chega ao estado mais preocupante e que pode acometer em consequências mais graves e danosas para a vida do indivíduo. É a Depressão profunda. Vamos entender o que é este tipo de depressão.

O que é a Depressão Profunda?

A depressão profunda é a fase mais crítica da doença psiquiátrica. Essa síndrome apresenta características, como:

  • Falta de energia intensa;
  • Tristeza constante;
  • Pensamentos de culpa;
  • Dificuldade para manter o autocuidado.

A depressão é diagnosticada quando o individuo atende a um desses critérios apresentados acima. Com o agravamento dos sintomas, o paciente pode ser levado a cometer o suicídio, diante do extremo quadro de tristeza e falta de vontade de viver. Infelizmente, não é comum encontrar os casos de depressão profunda que levam as pessoas a cometerem o suicídio. E isso pode ser uma combinação de causas, o que veremos

Postado em Blog