Encontre seu profissional

Categoria: Blog

18 de dezembro de 2018
O que envolve o Transtorno de Compulsão Alimentar?

De tudo o que falamos sobre a depressão, alguns problemas podem passar desapercebidos, mas que podem comprometer a saúde do paciente. Dentro do quadro depressivo, a pessoa pode começar a praticar algumas ações para encontrar um bem-estar no momento e tentar melhorar a autoestima. Mas o que pode ter efeito contrário. Uma delas é relacionada à alimentação. Na ânsia de buscar compensar os sintomas que esteja passando, o indivíduo pode recorrer ao consumo alimentar para sentir prazer, afinal a comida é sempre utilizada para saciar e trazer uma sensação boa. O problema é quando isso começa se tornar perigoso. Neste momento, o paciente já pode desenvolver o quadro da compulsão alimentar. A compulsão alimentar é uma doença mental em que a pessoa se alimenta ingere grandes quantidades de comida, mesmo sem fome. É considerada uma síndrome de um transtorno psicológico. Cerca de 1,5% da população brasileira sofra de compulsão alimentar. O paciente acredita que está se satisfazendo ao comer em grandes quantidades, porém ela está consumindo mais do que o organismo precisa, perdendo o controle e podendo causar problemas futuros. Vamos saber mais sobre a compulsão alimentar.

Quais são as principais causas da Compulsão Alimentar?

Existem diversas causas para a compulsão alimentar, tais como:

  • Est

Postado em Blog
17 de dezembro de 2018

Dentre os inúmeros tipos de depressão que existem, uma delas envolve muitos as sensações e sentimentos da mulher, em específico. Está presente depois de um dos momentos mais importantes, senão o mais importante, da vida da mulher. É a depressão pós-parto. Comum entre elas, a depressão pós-parto é causada por uma combinação de fatores biológicos, sociais e psicológicos. Muitas mulheres durante os primeiros dias após o parto sofre rapidamente de choro espontâneo, irritabilidade, nervosismo e problemas de sono. Às vezes, a depressão pós-parto tem a ver com experiências não processadas do passado, como problemas com o parceiro que deu á pouco apoio durante a gravidez, além doe parto e licença maternidade que também aumentam o risco. A depressão pós-parto tem relação também com as alterações hormonais que acontecem logo após o término da gravidez, em alguns casos com muita intensidade. Em casos mais raros, pode acontecer os casos mais prolongados da depressão, chamado de psicose pós-parto. É importante frisar que a depressão pós-parto não configura uma caso de fraqueza ou de falta de caráter da mãe, m. Mas uma alteração no humor da mulher, o que deve ser adequadamente tratado.

Quais são os sintomas

Postado em Blog

5 de dezembro de 2018
A tecnologia a favor do tratamento da depressão

Considerado a doença do século XXI, a depressão tem sido motivo de preocupação entre os órgãos de saúde no mundo. Mais de 300 milhões de pessoas vivem com depressão, segundo a Organização Mundial da Saúde.   A previsão do próprio órgão é que até 2020, a doença seja o principal motivo para afastamentos profissionais. Somente no Brasil, mais de 75 mil pessoas foram afastadas pela Previdência Social em razão de quadros depressivos no ano de 2016.   O nosso país tem o maior percentual de casos de depressão na América Latina, com 5,8% dos habitantes sofrendo com a falta da vontade de viver.   Constantemente, a área da saúde tem recomendado que o assunto seja prioridade na discussão de políticas públicas e conversas com empresas e entidades civis para encontrar soluções para diminuir os casos.   Enquanto este assunto anda a passos, muitas vezes, insuficientes para atender a demanda atual, novos métodos têm sido pensados e executados para ajudar os pacientes, de forma que recuperem a auto estima e a vontade de viver e praticar suas atividades rotineiras.   Vamos apresentar neste post como a tecnologia está ajudando no tratamento da depressão

Postado em Blog
4 de dezembro de 2018
Conheça métodos para ajudar no tratamento da depressão

Falamos nos posts anteriores sobre como podemos reduzir os sintomas da depressão através do cuidado com a saúde, a recuperação da autoestima e que a alimentação pode ajudar o paciente na redução dos mesmos.   A busca de novos métodos tem ajudado a comunidade médica a definir tratamentos mais eficazes contra a depressão e ajudar no restabelecimento de suas atividades e melhora da qualidade de vida.   A depender do paciente, somente o tratamento medicamentoso pode não surtir o efeito desejado. Por isso, os especialistas têm buscado alternativas para melhora do quadro depressivo de seus pacientes.   Além da atividade física e da tecnologia, no qual falaremos especificamente no próximo post, outros métodos têm sido aplicados para a recuperação do bem-estar do indivíduo.  

Novos métodos para tratamento contra depressão

  Como alternativa aos medicamentos e as terapias, tem sido utilizado algumas ações para recuperação da qualidade de vida do paciente:  

• Relacionamento

Encontros entre pacientes que tem

Postado em Blog
3 de dezembro de 2018
Faça atividade física contra depressão

Os casos de depressão estão crescendo de forma preocupante e que tem despertado a atenção de médicos e especialistas na área e as suas consequências, muitas vezes trágicas, como os casos de suicídio e mutilações.   É necessário que as pessoas com depressão sejam plenamente auxiliadas durante o tratamento, na busca de soluções para ajudar quem já está no quadro depressivo e evitar que novos casos apareçam no futuro.   Algumas iniciativas têm sido criadas com o apoio da medicina e dos especialistas em psicologia que possibilitam a melhora da situação emocional de quem está nesta situação.   As pesquisas médicas têm comprovado que práticas simples e do dia a dia tem efeitos práticos e notórios. Neste post, vamos falar de uma dessas práticas: O cuidado com a saúde do corpo.  

Cuide do corpo para evitar a depressão

  Um estudo, realizado pelo Centro Médico de Southwestern, localizado dentro da Universidade do Texas, nos EUA, descobriu que a atividade física consegue reduzir consideravelmente os sintomas da depressão.   Na prática de exercícios aeróbicos com regularidade, como a prática da caminhada na esteira, a b

Postado em Blog
30 de novembro de 2018
Como ajudar a recuperar a autoestima de quem está com Depressão

Temos falado em nossas últimas publicações sobre a depressão, os seus sintomas característicos, como diferenciar os estados de tristeza e um quadro depressivo, os estágios na qual a doença possui e quando identificar possíveis sinais de suicídio. Hoje vamos falar sobre a recuperação da autoestima de quem está deprimido. Fator que é primordial para que a pessoa que já está dentro desta situação depressiva possa voltar a ter alegria de viver e praticar suas atividades rotineiras. Vamos entender porque a autoestima é tão importante nos casos de depressão.  

Depressão e autoestima: relação intrínseca

  A autoestima é considerada o estado de viver bem do ser humano. Aquele momento em que você está se sentindo realizado, feliz, desempenhando suas atividades com excelência e se realizando pessoalmente em todos os aspectos demonstra que você está bem consigo mesmo. Porém, estamos vivendo um tempo em que as pessoas enfrentam diariamente as situações da vida, algumas vezes boas, outras vezes ruins, e a forma como isso mexe com a nossa capacidade de lidarmos com i

Postado em Blog, Página Inicial