Encontre seu profissional

Saiba todos os tipos de Transtorno Bipolar pela IMPI

27 de dezembro de 2018
Saiba todos os tipos de Transtorno Bipolar pela IMPI

Sabemos que a depressão é uma doença que está cada vez mais atingindo as pessoas no Brasil e no mundo. E os casos não param de crescer, motivados pelo estresse e pelas dificuldades do nosso dia a dia.

Ela pode se manifestar de diversas formas. Uma delas é o transtorno bipolar, ou o transtorno afetivo bipolar. O transtorno bipolar é um distúrbio psiquiátrico complexo, que leva a alteração no comportamento do individuo.

Esse transtorno faz com que a pessoa oscile entre pólos distintos, sendo um período de bom humor e outro período de depressão.

O transtorno bipolar faz com que o paciente tenha essas oscilações de humor e quadros depressivos de uma hora para outra e podem acontecer em períodos breves ou recorrentes.

Os transtornos bipolares podem se manifestar de até quatro formas:

  • Transtorno bipolar tipo I;
  • Transtorno bipolar tipo II;
  • Transtorno bipolar não identificado;
  • Transtorno ciclotímico.

Vamos conhecer os tipos de transtorno bipolar.

Transtorno bipolar tipo I

Neste caso de transtorno, o paciente pode apresentar períodos alegres, que duram mais ou menos sete dias e fases depressivas que podem se estender por até dois meses.

Os sintomas são absolutamente intensos, capazes de provocar mudanças de comportamento e de conduta, afetando diversos tipos de relacionamento:

  • Familiares;
  • Afetivos e sociais;
  • Profissionais.

O tipo I pode precisar de uma internação médica, em caso de complicações psiquiátricas e constantes ameaças de praticar suicídio.

Transtorno Bipolar tipo II

Neste quadro, os episódios depressivos e de hipomania se alternam, mas sem provocar grandes prejuízos para o comportamento da pessoa. Ela costuma ter períodos alternados, nas quais pode se manifestar:

• Euforia leve;
• Excitação leve;
• Agressividade leve.

Transtorno bipolar não identificado

Neste caso, os sintomas que o paciente pode apresentar de transtorno bipolar não são frequentes ou não são capazes de definir qual tipo ela possui, seja na quantidade e no seu tempo de duração. Mas a pessoa possui o transtorno bipolar.

Transtorno ciclotímico

É um estado mais leve do transtorno, onde as oscilações acontecem em um dia só. A hipomania e a depressão leve acontecem de forma constante, o que pode caracterizar até como um temperamento de instabilidade do próprio paciente, a depender do diagnóstico.

Não existe uma causa definida do surgimento desse transtorno, porém, alguns estudos indicam a herdabilidade genética ou por um desequilíbrio nos neurotransmissores, que é fator importante nas causas do transtorno.

O transtorno é diagnosticado através de uma análise detalhada dos sintomas do paciente dos sintomas e pleno histórico familiar. Pode levar até dez anos para ser realmente detectado, devido à confusão que pode ser feita com casos de esquizofrenia, síndrome do pânico ou ansiedade em si.

Os sintomas mais comuns são:

  • Tristeza profunda;
  • Humor deprimido;
  • Desinteresse pelas atividades e pela vida em si;
  • Isolamento social;
  • Desvio da atenção;
  • Apatia, irritabilidade e impaciência com tudo e com todos;
  • Comportamento agressivo.

Como tratar o transtorno bipolar

Esse tratamento costuma ser realizado por diversos especialistas, como psicólogos, psiquiatras e neurologista. Alguns desses tratamentos são hospitalização e uso controlado e diário de medicamentos.

Porém, os medicamentos antipsicóticos e antiansiedade ansiolíticos para problemas de humor, são prescritos pelos médicos, incluindo também os remédios antidepressivos.

Se está à procura de um profissional para te ajudar no tratamento desse transtorno, aproveite e agende já uma consulta mais próxima de você com o IMPI.

Conte com o IMPI e sua equipe de médicos e psicólogos de qualidade, que irão atender seu caso exclusivamente e proceder ao melhor tratamento para você recuperar o seu bem- estar.

Postado em Blog